23/02/2007

Fazendo a massa de tijolos de Adobe com os pés

Num curso de bioconstrução você aprende muita coisa em muito pouco tempo. São enxurradas de informações de todos os tipos. Nesses poucos dias aprendi construir em vários tipos de técnicas: taipa de pilão, super adobe, adobe, ferrecimento, pau a pique, fardos de palha. Aprendemos a fazer telhados vivos, telhados de palha, corantes e rebocos naturais.

Além de técnicas de bioconstrução, são discutidas nossos hábitos diários, como puxar a descarga, ensacolar o lixo orgânico, não economizar luz etc.. que geram um impacto incalculável. É incrível como pequenas mudanças de hábitos podem fazer uma grande diferença.

O dia a dia aqui é incrivelmente prazeroso, banhos de rio, guerras de lama, brincadeiras, aulas de tachi, de ioga, de capoeira. Uma comidinha deliciosa feita pelas Tias Cândida e Maria, comida natural, integral e orgânica. Pescaria, fogueiras, discussões filosóficas, violão, danças, malabares...

Eu recomendo uma vivência dessas para todos aqueles que querem ter outra visão de mundo, para aqueles que querem mudanças mas não sabem como, para quem sabe que tem alguma coisa errada no ar mas não sabe o que. É incrível como uns dias aqui mudam a vida das pessoas que estão abertas. Para os interessados, entrem em contato com a galera daqui: http://www.ipep.org.br/

3 comentários:

Cristiane disse...

Oi Déh, fiquei sabendo do teu projeto pela sua mãe a poucos minutos e estamos aqui xeretando no seu blog...rs Achei super interessante e vou estar acompanhando vcs em suas pedaladas...boa sorte!!!!!!
Um super abraço! Cris

Andy disse...

Irmão!

Vai ralar ae agora bixim... que tu tem muita gente pra ajudar ainda Grande!
Aquele Abraço!
Careca

Mada disse...

È bom ver o trabalho sendo devenvolvido em comunidade, juntos com um popósito.
DEUS abençõe e cuide de cada passo de vcs.
Amo vcs.
Madalena